A CONVIVÊNCIA NO BLOG

Recentemente, esse blog sofreu o ataque de um troll que me levou a apagar os comentários de um post, dada a total e completa desconexão entre o objeto da caixa e o post referido. Em outros termos, só havia ofensas e mais ofensas, sem qualquer conteúdo que pudesse contribuir para aclarar, discutir, criticar, desconstruir ou invalidar o que estava escrito no post. Nesse caso, não creio ser necessário dizer que, por não ver qualquer sentido em manter isso atrelado ao post, apaguei e apagarei os respectivos comentários. O verbete da wikipedia que linkei acima arrola algumas condutas típicas do troll que parecerão familiares a quem acompanhou a discussão:

  • Jogar a isca e sair correndo: consiste em postar uma mensagem de polêmica grande já esperando uma grande reação em cadeia e flame war. Porém o troll não se envolve mais na discussão, some após a mensagem original e se diverte com a repercussão. Uma forma mais branda é postar noticias polêmicas (às vezes mensagens não-verídicas) só para observar a reação da comunidade.
  • Induzir a baixar o nível: alguns trolls testam a paciência dos interlocutores, induzem e persuadem a pessoa a perder o bom senso na discussão e apelar para baixaria e xingamentos. Com isso, o troll “queima o filme”, consegue que a pessoa se auto-difame na comunidade por ter descido a um nível tão baixo.
  • Repetição de falácias: outro método usado que induz ao cansaço, aqui o troll repete seu conjunto de falácias até que leve seu interlocutor à exaustão, alegando depois ter vencido a discussão após o abandono do oponente.
  • Desfile intelectual: um troll pode ter um bom nível intelectual, vocabulário sofisticado diante de outros discursantes, desfilar referências e contradizer os argumentos dos rivais por conhecimento e pesquisa, muitas vezes expondo-os ao ridículo e questionando sua formação educacional.

Como vocês podem ver, tudo que o troll quer é obter as reações que menos desejamos realizar. Mas, como somos humanos, feitos de carne-e-osso, às vezes perdemos a paciência e nos excedemos nas respostas. Como diz o link citado, “não alimente os trolls”. É a recomendação que seguirei nesse blog e peço o mesmo dos comentaristas.

Para os trolls: infelizmente, não será por aqui a festa. Certamente você (troll) deve estar magoadinho pela falta de reconhecimento no mundo. Uma dica: faz bem para a saúde superar a inveja e o ressentimento. Não se alimente disso, só lhe prejudica. Mais uma dica: nenhum, absolutamente NENHUM debatedor reconhecido ataca o outro com a deselegância com que vocês atuam. Posso odiar a posição do outro, mas argumentos ad hominem e xingamentos em geral apenas queimam quem os exerce. No mais, se acham o blog irrelevante e tudo mais, simplesmente não leiam. É um direito de vocês. E, no final das contas, a irrelevância tem seu charme.

Peço desculpas aos leitores, mas de vez em quando temos que perder tempo com essas discussões.

Anúncios

PEQUENA PAUSA

Estarei viajando em férias de hoje ao fim de fevereiro. Apesar disso, programei postagens no blog para o mês todo. Continuem acompanhando e comentando, apenas (talvez) não poderei responder rapidamente.

Aproveitando essa pausa de conteúdos, vale lembrar que o blog tem várias partes (na parte de cima) de modo que o leitor pode escolher qual seu interesse (p.ex., quem só gosta da parte de rock, pode usar apenas aquela aba e deixar o resto de lado etc.). Também disponibilizei alguns artigos acadêmicos, inclusive inéditos, para leitura. Basta clicar em “meus artigos”.

É isso, segue a leitura abaixo. Beijos e abraços.